Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Entrevista a Miguel Serrano

Quarta-feira, 24.09.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Azunizar às 01:00


1 comentário

De Fada do bosque a 20.10.2014 às 22:06

Acho que devo ficar aqui as palavras sábias de Blavatsky, aquela que Hitler tão bem estudou e que por opção própria, preferiu transformar-se num mago negro... não só ele como muitos que começo a encontrar via internet e que em tudo vêem o mal, a perfídia, a desconfiança, preferindo culpar outros, vendo-se num espelho, do que olhar para si mesmos. O meu amigo pode ser confuso, mas de otário nada tem, desculpe Tibiriçá:



"Há quatro nomes (entre muitos outros) para designar as várias espécies de conhecimentos ou ciências esotéricas, ou mesmo exotéricos Puranas. São elas: 1) Yajna Vidya - os conhecimentos ou forças ocultas que podem ser despertadas na Natureza a partir de certas cerimónias e ritos religiosos
") Mahavidya, ou "magnífico conhecimento" a magia dos cabalistas e das seitas Tântricas , quase sempre feitiçaria da pior espécie praticada pelos Dugpas

3) Guhya Vidya, conhecimento das forças místicas que habitam no som (éter ou Akasha, presentes por conseguinte nos mantras (preces e ladaínhas cantadas) segundo o ritmo e a melodia usados. Por outras palavras, um espectáculo de magia baseado no conhecimento das forças da Natureza e em sua correlação.
4) Atma Vidya - palavra cuja tradução é simplesmente "Conhecimento da Alma", a Verdadeira Sabedoria segundo os orientalistas (não orientais) mas cujo significado é muito mais amplo do que esse. Esta última é a única modalidade de ocultismo que os teosofistas e aqueles que são os admiradores da "Luz no Caminho" que se querem sábios e altruístas, se deveriam esforçar por obter. Tudo o mais não pasa de um ramo ou de outro das "ciências ocultas", ou seja, métodos que visam ao conhecimento da essência última de tudo quanto existe no Reino da Natureza - como os animais, as plantas e minerais, logo dos factos que dizem respeito ao domínio da natureza material, por mais que tal essência continue invisível e escape a compreensão da ciência. A Alquimia, a Astrologia, a Fisiologia oculta, a quiromância existem na Natureza, sendo que as ciências exactas- assim chamadas porque nessa época de filosofias paradoxais talvez elas constituam o exacto reverso disso, a exactidão - já reconheceram vários métodos acima relacionados."

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930